Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Love and Other Disasters

Love and Other Disasters

Escrever tornou-se uma tarefa penosa

Não é que eu alguma vez tivesse tido um amor à escrita mas agora tornou-se uma coisa complicada, estou bloqueada, não sai nada.

Escrever tornou-se sinónimo de "cartas de motivação", "motivos estúpidos pelo qual quer este emprego", "porque acha que seria uma mais-valia", "quais os seus dois maiores feitos e como é que a afectaram a si e aos que a rodeiam. descreva o processo" e perguntas parvas do mesmo estilo.

Significa, ainda, conseguir acabar a tese, que não tem sido fácil devido ao bloqueio criativo e prático que me tem atacado nos últimos meses.

Torna-se ainda mais penoso quando nos encontramos a frequentar um mini-curso em que o querem que façamos é, exactamente, escrever.

Desde quando é que a minha vida passou a rodar à volta do escrever?

Ser voluntário(a) no Rock in Rio Lisboa

Eu nem sou dada a grandes indignações mas acho que esta gente tem uma lata que faz doer a alma.

 

Pagam algum tipo de compensação de alojamentos e/ou transportes?
Sim. Independente do local de origem, será paga uma ajuda no custo de transporte, no valor de 2,00 euros,  por cada dia de participação no evento. Quanto a alojamento, não há qualquer tipo de compensação.

Os voluntários serão remunerados? Que tipo de compensações recebem os voluntários?      
Os voluntários não são remunerados. O objectivo do projecto é conhecer novas pessoas, partilhar experiências e participar num evento inesquecível. As compensações recebidas pelos voluntários são uma t-shirt diária do projecto de voluntariado, um certificado de participação, uma credencial com fotografia para entrada no evento, um seguro de acidentes pessoais (durante o evento), uma lunch box por turno e uma ajuda no custo de transporte, no valor de 2,00 euros por dia.

O voluntariado decorre em todos os dias do Festival?
Sim, o projecto decorre em todos os dias do festival e, em alguns casos, alguns dias antes.

Posso continuar dentro do evento depois de finalizado o meu horário de trabalho?
Sim, depois de finalizado o teu turno poderás permanecer dentro do recinto e desfrutar de todos os concertos e diversões existentes.

É possível ficar junto com amigo(s) que também se inscreveram?       
As equipas serão formadas seguindo os critérios de selecção definidos e, esse não é um deles. No entanto, caso se inscrevam para as mesmas áreas e preencham os requisitos, poderá acontecer. De qualquer maneira, um dos grandes objectivos deste projecto é que possas conhecer novas pessoas e passar pelas mais diversas experiências.

Quais os horários dos turnos?
Os horários dos turnos variam consoante a área escolhida.

Os horários são adaptáveis aos horários de emprego dos voluntários? Ou há justificação de faltas?
Um dos critérios de selecção diz respeito à disponibilidade dos voluntários. Por questões logísticas da organização, dá-se preferência a quem tem maior disponibilidade. Por lei, só é possível haver justificação de falta em situações de emergência e ajuda internacional.

Durante o evento tenho de cumprir os horários que me são atribuídos? Posso cancelar a minha participação antes/durante o evento?          
Este projecto depende do compromisso de todos os envolvidos para ser um sucesso. Por isso contamos com a colaboração de todos para cumprir os horários acordados. Ao não compareceres ou cancelares a tua participação durante o evento, ou depois, de te comprometeres pode pôr em risco o projecto e o trabalho de todos os outros.
Ao voluntariar-me vou ter a hipótese de conhecer alguma celebridade caso vá para a área dos camarins/backstage?               
É bastante provável que não. Esta área, apesar de bastante apetecível, só irá seleccionar um número reduzido de voluntários para colaborar e as funções poderão não permitir esta hipótese, nem é este o objectivo do projecto. É muito mais provável encontrar alguma celebridade ao circular pela cidade do Rock.

 

Então a ajuda de custo de transporte é de 2€ por dia, que não chega sequer para uma pessoa ir e voltar de metro ou de autocarro. Se é remunerado? Obviamente que não, já tens muita sorte se te deixarem entrar. Então é como é que posso entrar? O mais importante é que sejas bonito e que a tua fotografia que tem que ter exactamente 50 Kbs e seja em formato JPEG o demonstre.

Não pagamos mas esperamos que estejas absolutamente empenhado e comprometido porque é uma excelente oportunidade de conheceres novas pessoas (como eles referem 500 vezes) porque trabalhar não serve para ganhares dinheiro mas sim para conheceres pessoas. Sim, se não tiveres dinheiro para comer de certeza que as milhentas pessoas que conheceste no Rock in Rio têm pena de ti e te dão comida... ah, mas espera, a essas pessoas também não pagam, hum...

Gostavas de conhecer algum dos artistas? Tira daí o cavalinho que estás lá para conhecer gente mas não famosa. E por aí adiante...

 

Alguns de vocês estão a ler isto e a pensar "então mas ela não sabe que o voluntariado não é pago?". Saber sei mas sou absolutamente contra, principalmente num momento em que o que as pessoas precisam é de empregos. Com esta palhaçada do voluntariado quantas pessoas é que eles não têm que contratar e pagar? Aposto que muitas.

 

Por hoje a revolta fica por aqui mas é bom que não me provoquem que pode voltar.

Mau humor: hoje sou eu, amanhã és tu

Acordei para deparar-me com mais uma sessão de problemas com o portátil. E vai que fez uma actualização automática (que eu já disse que não queria) e o pc não liga. Tento fazer o reparo do arranque e da primeira vez em diz que foi efectuado com sucesso (que não foi) mas nas vezes seguintes diz logo que não consegue. É então que o meu pai se lembra de fazer restauro do sistema mandando o pc para quarta-feira, quando ainda funcionava e voilá, por agora está ligado. Drama dos dramas tenho medo de o desligar porque nunca sei se volta a ligar.

Não bastando isto, estou mais uma vez a ficar constipada, dói-me a garganta e o corpo e não estou bem de maneira nenhuma.

Se acrescentarmos ainda que estou inquieta e com a sensação que alguma coisa me está a escapar temos um dia excelente, em que o meu mau humor é totalmente justificado.

Já expliquei à minha mãe que para já o conflito é interno e que o melhor que ela tem a fazer é não insistir muito porque o conflito pode passar rapidamente a externo.

Procura-se aconselhamento matrimonial para rapariga e seu roupeiro

Vocês que também são raparigas e que de certeza também já se debateram em diversas situações com a falta de espaço no vosso roupeiro, têm algum truque bonito ou conselhos preciosos de arrumação que façam um roupeiro parecer maior?

Partilhem os vossos segredos no espaço de comentários e ajudem a que eu não tenha que me divorciar.

Obrigadinho