Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Love and Other Disasters

Love and Other Disasters

Do tempo (ou da falta dele)

- O que é, meu amor?

- Ah, como podemos suportá-lo?

- Suportar o quê?

- Isto. Por tão pouco tempo. Como podemos passar este tempo a dormir?

- Podemos estar silenciosos juntos, e fingir - visto ser apenas o início - que dispomos de todo o tempo do mundo.

- E a cada dia teremos menos. E depois nenhum.

- Preferias, então, não ter tido absolutamente nada?

- Não. É para aqui que sempre tenho vindo. Desde que o meu tempo começou. E quando partir daqui, este será o ponto central, para onde tudo correu, antes, e de onde tudo correrá. Mas agora, meu amor, estamos aqui, estamos aqui agora, e aqueles outros tempos correm em outro lugar.

 

-Possession, de A. S. Byatt

(retirado deA mulher do viajante no tempo, de Audrey Niffenegger)

2 comentários

Comentar post